Raul Marcelo cria espaço na Alesp para movimentos sociais de mulheres, LGBTQIA+, negros, PcDs, povos originários e reforma agrária

O objetivo é oferecer espaço para que os movimentos sociais possam dialogar e divulgar suas reivindicações.

24 set 2021, 16:37 Tempo de leitura: 0 minutos, 25 segundos
Raul Marcelo cria espaço na Alesp para movimentos sociais de mulheres, LGBTQIA+, negros, PcDs, povos originários e reforma agrária

O deputado estadual Raul Marcelo criou em setembro de 2021 um espaço na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para que os movimentos sociais, de mulheres, LGBTQIA+, negros, povos originários, saúde pública, mobilidade urbana, educação pública, direito à moradia, ambientalistas, causa animal, Pessoas com Deficiência e reforma agrária, possam dialogar e divulgar suas reivindicações. A nossa Frente Parlamentar teve repercussão na Folha de S. Paulo. Entenda mais no vídeo abaixo: