22.10.2020

Siga Raul Marcelo

Raul Marcelo

Informações/contato/denúncias
 (15) 3411-3465 / (11) 3886-6500
 contato@raulmarcelo.com.br
 (15) 98812-9396

Lideranças lançam movimento Sorocaba Solidária para beneficiar 20 mil sorocabanos diante da crise do coronavírus

03/04/2020 0

Lideranças lançam movimento Sorocaba Solidária para beneficiar 20 mil sorocabanos diante da crise do coronavírus

Like 0

 

Lideranças do campo democrático vão apresentar, na próxima segunda-feira (6), no Paço Municipal, o projeto de lei que institui o programa Sorocaba Solidária aos secretários da prefeitura local. A iniciativa será levada pela vereadora Fernanda Garcia (PSOL), que integra o movimento. A campanha também conta com o apoio de Raul Marcelo, advogado e ex-deputado estadual; Hamilton Pereira, ex-deputado estadual; dos vereadores Iara Bernardi e Francisco França; movimentos sindicais e sociais, bem como intelectuais, artistas, empresários e sociedade civil. O projeto vai beneficiar mais de 20 mil pessoas em vulnerabilidade social, com auxílio de R$ 500 mensais ao longo de três meses, para enfrentar a crise do coronavírus.

 

Conforme o texto da proposta de lei, o investimento da Prefeitura de Sorocaba será na ordem de R$ 10 milhões por mês ao longo de três meses, com valor total de R$ 30 milhões. Segundo as lideranças do campo democrático, há várias formas de financiamento para viabilizar a implementação do projeto na cidade, como forma de enfrentar essa crise: utilização dos próprios recursos da Prefeitura de Sorocaba; transferência de verba dos governos estadual e federal; criação de uma conta para que a população possa fazer doações e empréstimos junto a bancos públicos.

 

As lideranças do campo democrático também salientam que toda transferência de renda direta à população será convertida rapidamente em compra de alimentos, remédios e itens de primeira necessidade, ajudando a movimentar a economia e mantendo a arrecadação de ISSQN (imposto municipal), ou seja, o dinheiro retorna em parte considerável ao caixa da Prefeitura Municipal e ainda ajuda nosso povo a atravessar esse momento dramático da história.

 

Em 2019, a cidade de Sorocaba registrou 50 mil desempregados e, com a pandemia do coronavírus, esse número vai aumentar substancialmente, pois a sociedade está enfrentando uma das maiores crises econômicas nos últimos 100 anos. Na avaliação dos idealizadores do movimento, o momento é extremamente grave e requer medidas contundentes para enfrentar esse momento adverso na economia. Muitos perderam o emprego e estão sem condição de exercer qualquer atividade para complementar a renda familiar por conta da paralisação da economia.

 

Diante desse cenário, o Congresso Nacional aprovou pagamento de um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais e R$ 1.200 a mães solteiras; enquanto o governo estadual repassou R$ 309 milhões para municípios do Estado de São Paulo. A Prefeitura de Sorocaba também precisa agir o mais breve possível para diminuir o impacto social e econômico do coronavírus na vida da população sorocabana.

 

PETIÇÃO ONLINE

 

Além de apresentar o projeto à administração municipal, as lideranças do campo democrático lançaram nesta sexta-feira (3) uma campanha online para engajar a população nessa luta e também convencer a opinião pública sobre a importância de implementar o projeto Sorocaba Solidária no município. Afinal de contas, a Prefeitura de Sorocaba não pode cruzar os braços diante da dificuldade dos sorocabanos de pagarem suas contas e de comprarem alimentos e remédios.

 

Nesse sentido, foi lançada uma petição online no site sorocabasolidaria.org, para colher assinaturas favoráveis à implementação dessa medida. Essas assinaturas, posteriormente, serão encaminhadas à prefeita Jaqueline Coutinho como forma de convencê-la a encampar a iniciativa para beneficiar mais de 20 mil sorocabanos.

 


Vídeos

ver mais