18.12.2017

Siga Raul Marcelo

Raul Marcelo

Informações/contato/denúncias
 (15) 3411-3465 / (11) 3886-6500
 contato@raulmarcelo.com.br
 (15) 98812-9396

Contrarreforma Previdenciária volta à pauta de votação e Raul Marcelo usa tribuna para criticar novamente a proposta

06/12/2017 0

Contrarreforma Previdenciária volta à pauta de votação e Raul Marcelo usa tribuna para criticar novamente a proposta

Like 0

 

Como a pauta política neste momento é sobre a “reforma” da Previdência Social (PEC 287/2016), o deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) subiu nesta quarta-feira (6) na tribuna da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para criticar a proposta de #ForaTemer e seus aliados tanto na Câmara dos Deputados como no Senador Federal (partidos como PSDB, DEM, entre tantos outros).

 

Antes de entrar nos itens da contrarreforma previdenciária, o parlamentar mencionou a respeito do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência no Senado, que trouxe como conclusão de que a Previdência Social não é deficitária, mas, sim, alvo de má gestão. “Mesmo a comissão afirmando tal questão, a base do governo quer colocar o quanto antes a proposta em votação. O PSOL fará resistência contra este retrocesso”, afirmou Raul Marcelo.

 

Para o deputado, a “reforma” da Previdência Social pretende mudar as regras aumentando a idade mínima para aposentadoria. “Os brasileiros trabalharão mais para receber menos. Além de aumentar a idade mínima, a proposta atingirá trabalhadores do setor público e privado.”

 

Ainda segundo Raul Marcelo, o governo #ForaTemer usa a desculpa que o sistema está quebrado, mas não é verdade: a Previdência é mantida por todos os trabalhadores, empresários e as contribuições sociais. “A PEC 287 também ignora R$ 426 bilhões devidos por empresas ao INSS. Se houvesse uma ação no combate à sonegação fiscal, teríamos mais investimentos em áreas sociais, como educação, saúde, geração de emprego e renda, entre outras”, concluiu.

 

Veja o material (arquivo PDF) produzido pelo PSOL de Sorocaba contra a “reforma” da Previdência Social: goo.gl/GNAXR8.

 


Vídeos

ver mais