20.08.2017

Assine Raul Marcelo

Raul Marcelo

Fala Raul, com a presença da vereadora de Sorocaba, Fernanda Garcia (PSOL)

08/09/2017


 

No programa Fala Raul desta quarta-feira (9), o deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) convidou a vereadora de Sorocaba, Fernanda Garcia (PSOL), para falar sobre seu trabalho na Câmara Municipal. Confira abaixo a transmissão na íntegra. E até o próximo programa, que será realizado em 16 de agosto (quarta-feira).

 

PSOL de Sorocaba produz vídeo contra a “reforma” Trabalhista e critica os parlamentares que votaram a favor

08/04/2017


 

O PSOL de Sorocaba​ produziu um vídeo (veja abaixo) explicando os males da “reforma” Trabalhista, que foi aprovada nos últimos meses, inclusive, com voto favorável de dois deputados com base na região de Sorocaba: Jefferson Campos (PSD) e Vitor Lippi (PSDB).

 

Para nós do PSOL, essa proposta acaba com os direitos da trabalhadora e do trabalhador através do enfraquecimento da CLT. Além disso, amplia a jornada de trabalho, permite gestantes em locais insalubres, dividi em três vezes as férias, entre outros retrocessos. O PSOL votou “não” a esse desmonte trabalhista.

Na Alesp, deputado pede mais agentes de organização escolar em Votorantim

08/02/2017


 

O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) pediu a palavra nesta quarta-feira (2), durante sessão da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), para fazer um comunicado sobre a escola estadual Professora Selma Maria Martins Cunha, localizada no Jardim Tatiana, em Votorantim. Segundo o parlamentar, em conversa com o diretor Antonio Dailton dos Santos, o colégio necessita urgentemente de seis agentes de organização escolar. “No momento, a escola de Votorantim conta com apenas um profissional dessa área, o que afeta negativamente no bom funcionamento dos projetos escolares”, disse.

 

Atualmente, a escola Professora Selma Maria Martins Cunha tem projetos para alfabetização de jovens e adultos; reforço de matemática e português com foco no Saresp (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) e Enem (Exame Nacional do Ensino Médio); Escola da Família; sala de recursos para deficientes intelectual e auditivo; entre outros.

 

Além disso, há parcerias com universidades da região de Votorantim: alunos da graduação de licenciatura do campus Sorocaba da UFSCar atuam na escola na iniciação a docência; Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens) está construindo, juntamente com os estudantes, uma sala ecológica; e a Universidade Paulista (Unip) campus Sorocaba, com os alunos do curso de Psicologia, atuando na mediação de conflitos.

 

Durante o comunicado, Raul Marcelo mencionou um requerimento, protocolado nesta semana, que trata justamente da falta de agentes de organização escolar em Votorantim e também de outras cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). O questionamento foi encaminhado ao secretário Estadual da Educação, José Renato Nalini.

 

Na TV Alesp, Raul Marcelo fala sobre projeto que proíbe utilização do Caramelo IV no Estado de SP

08/02/2017


 

O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) foi entrevistado pela TV Alesp (veja abaixo) e falou sobre seu projeto de lei (nº 131/2017) que proíbe no Estado de São Paulo a fabricação e a comercialização de bebidas e alimentos que contiverem mais de 29 microgramas do corante caramelo IV (4-metilimidazol) em cada 355 mL (quantidade de uma lata que é vendida em estabelecimentos comerciais). Se aprovado, a empresa que descumprir o texto da lei será multada em pouco mais de R$ 25 mil, por dia.

 

De acordo com pesquisa científica produzida por uma ONG (Organização não governamental) que defende os direitos dos consumidores chamada Center for Science in the Public Interest (CSPI), sediada em Washington, capital dos Estados Unidos, a substância 4-MI (4-metilimidazol) foi classificada como potencialmente cancerígena. Diante disso, o estado norte-americano da Califórnia impôs limites rígidos à utilização da substância em alimentos e bebidas. Com efeito, o governo californiano exige a presença de uma advertência nos alimentos que contiverem mais de 29 mcg da substância 4-MI em cada 355 mL (lata de refrigerante).

 

Raul Marcelo explica, diante de informações coletadas por especialistas norte-americanos e brasileiros, que os refrigerantes sabor Cola no estado da Califórnia contém 4 mcg em cada 355ml, enquanto que no Brasil a quantidade fornecida aos consumidores chega a 267 mcg do corante 4-MI, ou seja, 66 vezes mais que o limite máximo no estado da Califórnia. Registra-se a quantidade de 4-MI, em cada 355 ml, que é utilizada em outros países, segundo a ONG americana CSPI: Canadá, 160; México, 147; Reino Unido, 145; Japão, 72; e China, 56. “Estes dados indicam, portanto, que a indústria brasileira de utiliza a substância 4-MI em refrigerantes de Cola com limites superiores à média observada em outros países”, compara Raul Marcelo.

 

Cumpre destacar, segundo o deputado, que a Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (IARC, sigla em inglês), vinculada à Organização Mundial da Saúde (OMS), inseriu o 4-MI na lista de substâncias potencialmente cancerígenas. “Diante dessas informações, entende-se que a população paulista está submetida a potenciais riscos à saúde em função do consumo excessivo do corante caramelo IV”, afirma.

 

Leia mais sobre o corante Caramelo IV

 

Informe Técnico n. 68, de 3/9/2015, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)

 

Texto do Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC) a respeito do Caramelo IV 

 

Regras impostas pelo Governo do Estado da Califórnia

 

Reportagem do portal G1 sobre risco de câncer aos consumidores do Caramelo IV

 

Estudo científico sobre os impactos do caramelo IV

 

Documentário – MUITO ALÉM DO PESO

 

Página 3 de 3012345...102030...Última »

Vídeos

ver mais