29.06.2017

Assine Raul Marcelo

Raul Marcelo

Raul Marcelo se reúne com secretário e pede que a região de Sorocaba receba programas de geração de emprego

06/29/2017


 

O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) se reuniu na semana passada com o secretário estadual José Luiz Ribeiro, de Emprego e Relações do Trabalho, e externou como foi o diálogo durante sessão desta terça-feira (27) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

 

Na reunião, o parlamentar conta que questionou Ribeiro acerca dos programas de qualificação profissional e de geração de emprego e renda na Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho.

 

Com recurso anual de R$ 125 milhões, incluindo despesa com o pessoal e outras de rotina, o responsável pela pasta comentou sobre algumas ações e iniciativas do governo e, na oportunidade, Raul Marcelo solicitou que os programas de criação de oportunidades de emprego sejam levados para a Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

 

Governo alega falta de arrecadação, mas concede R$ 92 bi com desonerações do ICMS nos últimos anos

06/29/2017


 

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) está apreciando dois projetos de lei de autoria do governador estadual que autoriza a alienação de patrimônio estadual (PL nº 328/16) e que reduz valores de multa e juros nos débitos de ICMS (PL nº 57/17).

 

Para o deputado Raul Marcelo (PSOL), o governo estadual tem arrochado os investimentos nas áreas sociais, como saúde, educação e geração de emprego e renda, para conceder isenção fiscal para as grandes empresas instaladas no Estado de São Paulo. “O governo do PSDB vem com a alegação de que o Estado precisa de fundos para mitigar a crise fiscal e a perda de arrecadação devido à situação econômica do Brasil, porém, seguindo o mesmo raciocínio, prefere deixar de receber nos últimos anos R$ 92 bilhões com desonerações do ICMS.”

 

“Quem é afetado, com isso, é o povo paulista que sofre com desemprego e falta de programas voltados à qualificação profissional. Além disso, os servidores públicos, até o momento, não receberam nem a reposição inflacionária”, concluiu o deputado do PSOL, durante pronunciamento na sessão da Alesp desta terça-feira (27).

 

LDO 2018 é discutida e Raul Marcelo critica governo que concedeu R$ 15 bi em isenções fiscais só no ano passado

06/28/2017


 

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2018 já está sendo discutido pelos deputados na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Segundo análise do nosso mandato, um dos pontos mais críticos é o governo estadual deixar de receber R$ 15 bilhões – valor que corresponde a 2016 – com renúncias fiscais. O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) pronunciou (veja o vídeo abaixo) sobre esta questão nesta terça-feira (27). (mais…)

Raul Marcelo repercute na Alesp crise política que envolve a Prefeitura de Sorocaba

06/27/2017


 

O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) repercutiu nesta terça-feira (27), durante sessão na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), um episódio classificado como de assédio moral e de possível violência física em Sorocaba que envolveu o prefeito José Crespo e a vice-prefeita Jaqueline Coutinho. Segundo Jaqueline, Crespo a humilhou durante reunião em que ela questionou a respeito de uma assessora que supostamente não teria diploma escolar.

 

“Não é conduta de um agente público segurar a mão de uma pessoa, depois empurrá-la e, por fim, chamar um guarda municipal para retirá-la da reunião. Além de protagonizar, Crespo a humilhou mandando-a ser vice em casa. São atitudes machistas que cabem um boletim de ocorrência por parte da vítima (Jaqueline)”, disse.

 

Raul Marcelo também mencionou a representação protocolada nesta segunda-feira (26), no Ministério Público, que solicitou ao órgão que apure um possível crime de prevaricação (319 do Código Penal, que consiste em deixar de praticar ato de ofício para satisfazer interesse próprio) ou, até mesmo, de condescendência criminosa (320 do Código Penal, que deixa de levar o fato ao conhecimento da autoridade competente).

 

Antes de ocupar o cargo no Executivo, a vice-prefeita atuou como titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Sorocaba. Durante a campanha eleitoral, defendeu a criação do botão do pânico para ajudar as mulheres vítimas de violência doméstica.

 

Sobre o caso

 

As possíveis irregularidades de uma comissionada foram reveladas pela vice-prefeita Jaqueline, e foram motivo de um desentendimento com o prefeito José Crespo no Paço. Em entrevista à imprensa da cidade, Jaqueline disse que recebeu uma denúncia anônima sobre o suposto uso de diploma irregular por parte da assessora e realizou uma pesquisa sobre a escolaridade da servidora comissionada.

 

Jaqueline afirma que fez pesquisa pessoalmente na Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (Esamc), onde a comissionada teria feito o curso superior. Ela também buscou informações no Diário Oficial do Rio de Janeiro, sobre o certificado do diploma de nível médio; e no sistema Gestão Dinâmica de Administração Escolar (GDAE), da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo, sobre o ensino fundamental. Nessa plataforma, a vice disse constar que a assessora parou seus estudos na 6ª série do fundamental.

 

Página 1 de 2612345...1020...Última »

Vídeos

ver mais