22.02.2018

Siga Raul Marcelo

Raul Marcelo

Informações/contato/denúncias
 (15) 3411-3465 / (11) 3886-6500
 contato@raulmarcelo.com.br
 (15) 98812-9396

Artistas reclamam de abandono do prédio da Grande Otelo em Sorocaba e deputado questiona governo

06/02/2018 0

Artistas reclamam de abandono do prédio da Grande Otelo em Sorocaba e deputado questiona governo

Like 0

 

Em conversa com artistas sorocabanos nas últimas semanas, o deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) protocolou nesta terça-feira (6) requerimento em que questiona o governo estadual sobre o não funcionamento da Oficina Cultural “Grande Otelo”, no Centro de Sorocaba. Construído em 1940 e tombado como patrimônio histórico em 2014, o prédio recebeu atividades na área de teatro, dança, cinema e fotografia.

 

Para Raul Marcelo, a Oficina Cultural Grande Otelo tem o papel estratégico de ser um espaço de formação cultural, que atende 65 municípios da região de Sorocaba. “O fechamento da Grande Otelo prejudicou o acesso à cultura dos sorocabanos, uma vez que a instituição é um efervescente polo de formação cultural, sendo um espaço que testemunhou grande parte da vivência cultural em Sorocaba”, afirma o deputado estadual pelo PSOL.

 

O imóvel pertence à Secretaria de Estado da Cultura, razão pela qual abrigou, durante mais de 20 anos, inúmeros projetos culturais de importância estratégica para a vida cultural do município de Sorocaba, incluindo oficinas culturais que foram oferecidas gratuitamente à população.

 

“Lamentavelmente, esse prédio encontra-se fechado há mais de três anos. Em vez de realizar atividades de inclusão por meio de ações culturais, a população da região sofre com a exclusão social e o abandono de um prédio com valor histórico, assim com a ausência de efetivas políticas públicas na área cultural da cidade”, lamenta Raul Marcelo.

 

Em fevereiro do ano passado, a Prefeitura de Sorocaba anunciou que administraria o prédio e que a estrutura passaria por uma limpeza e manutenção necessárias para voltar a receber atividades. No entanto, a situação continua a mesma, conforme relatos de artistas e publicações da imprensa da região.

 

Vídeos

ver mais